Algodão: demanda sustenta preços

A produção de algodão nos EUA deve ficar em 5,16 milhões de toneladas, segundo relatório de fevereiro do USDA (Departamento de Agricultura dos EUA), mantendo-se inalterada em relação a janeiro. A demanda também ficou estável, em 3,49 milhões de toneladas. Apesar disso, os preços futuros de algodão encerraram o pregão de ontem em alta, em Nova York, sustentados pelo informe semanal de exportações americanas, que indicou forte demanda internacional, segundo a Dow Jones Newswires. Março subiu 14 pontos, para 56,42 centavos de dólar por libra-peso, enquanto maio subiu 25 pontos, para 57,96 centavos de dólar por libra-peso. No mercado interno, o algodão fechou a R$ 1,3918 por libra-peso, segundo o índice Cepea/Esalq.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta