Carga de farelo de soja da Argentina é barrada na Espanha

Mais uma carga de farelo de soja da Argentina foi barrada em um porto da Espanha a pedido da norte-americana Monsanto. É o terceiro navio que não pôde desembarcar o produto no país este ano, informa a Secretaria de Agricultura da Argentina. No ano passado, um carregamento argentino foi barrado no Reino Unido, dois na Dinamarca e um na Holanda.

A Monsanto quer que as autoridades européias inspecionem as cargas da Argentina para verificar se os produtos são derivados da soja geneticamente modificada desenvolvida pela companhia.

A Monsanto detém a patente da semente, chamada Roundup Ready, nos Estados Unidos, mas na Argentina a empresa não consegue receber os royalties pela tecnologia, usada por 95% dos produtores de soja argentinos. O governo de Nestor Kirchner, por sua vez, diz que a Monsanto não tem direito legal de cobrar os royalties de seus produtores.

A Argentina exportou 11 milhões de toneladas de subprodutos de soja para a União Européia (UE) em 2005, que renderam US$ 2 bilhões ao país, segundo dados da Secretaria de Agricultura. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta