Colheitas estão adiantadas no Paraná

As colheitas de milho e soja estão adiantadas no Paraná, o maior produtor do cereal do Brasil e o segundo da oleaginosa, enquanto o plantio da safrinha (segunda safra de milho) também segue no mesmo ritmo, informou nesta quarta-feira (15-02) o Deral (Departamento de Economia Rural do Paraná).

“O pessoal plantou mais cedo (soja e milho). Porque no ano passado quem plantou mais cedo se saiu melhor, já que a seca começou mais tarde,” declarou o agrônomo do Deral Otmar Hubner. Ele salientou que o uso de variedades mais precoces de soja, utilizadas normalmente por quem quer antecipar a colheita, também explica o fato de os trabalhos estarem adiantados em 2006.

Nas lavouras da oleaginosa, 5% da área total de 3,87 milhões de hectares já foi colhida, contra 2,8% registrados neste período no ano passado e apenas 1,4% apontado em 2004. “Este ano, ao contrário, quem plantou mais cedo, não se saiu bem, pois a seca em alguns lugares começou em outubro,” acrescentou Hubner, considerando que a estiagem pode ter acelerado a maturação da soja, mas não é a principal explicação para a antecipação da colheita.

De acordo com relatório do Deral, 3% da área de soja está na fase de desenvolvimento vegetativo, 20% em floração, 44% em frutificação e 33% em maturação. “Isso indica que 1,2 milhão de hectares estarão disponíveis para colheita nos próximos dias,” acrescentou o chefe do Setor de Previsão de Safras do Deral, Dirlei Antônio Manfio, lembrando que nas regiões de Cascavel e Toledo os trabalhos estão mais adiantados.

As condições das lavouras tiveram ligeira melhora: agora são 57% em boa situação, contra 56% da semana passada; 15% continuam em condição ruim e 28% são apontadas em estado regular. No final de janeiro, o Deral reduziu a estimativa da safra de soja de 11,73 milhões para 10,06 milhões de toneladas, contra 9,46 na safra passada.

Milho

A colheita da primeira safra de milho também está adiantada no Paraná. Nesta semana, o Deral estima que 14,7% da área total (1,52 milhão de hectares) já foi colhida, contra 10,8% na mesma época em 2005 e 8,8% no ano anterior. “No sudoeste, a colheita também foi antecipada por causa da seca,” lembrou Hubner, destacando que a safrinha, com as recentes chuvas, já está sendo plantada em seguida, para se reduzir as chances de a cultura ser atingida por geadas.

“Até esta data, o plantio foi efetuado em 14,2% da área estimada (938 mil hectares), demonstrando certa antecipação em relação às safras anteriores,” relatou Manfio – em 2005, nesta época, 11,2% da safrinha havia sido plantada, contra 9,3% em 2004.

Com a seca, as perdas estimadas na safra de verão de milho paranaense devem atingir 2 milhões de toneladas, reduzindo a produção ante a estimativa inicial para 7,28 milhões de toneladas. Em 2005 a produção ficou em 6,5 milhões de toneladas. A expectativa de produção da safrinha gira em torno de 3,3 milhões de toneladas, contra 2 milhões no ano anterior.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta