Dia de Campo mostra manejo de pastagem e alimentação para gado leiteiro no Nortão

Na área do produtor rural Iloir Bastian, no assentamento rural Keno, localizado no município de Cláudia (90 quilômetros de Sinop), foi realizado um dia de campo sobre gado leiteiro com demonstração sobre manejo de pastagem e alternativas de alimentação para o gado no período da seca. O evento contou com a participação de 50 pessoas entre produtores e alunos do Curso Técnico em Agropecuária do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego).

O técnico agropecuário da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Andrei Juliano Campeol, relata que a Empaer em parceria com a Secretaria de Agricultura do município por meio do Programa Cláudia Produtiva que elaborou um projeto para recuperar uma área de um hectare de pastagem degradada e a implantação de 28 piquetes rotacionados. Ele conta que, menos de cinco meses após a recuperação das pastagens, o gado passou a produzir quatro litros de leite a mais por animal.

Com uma área de 12 hectares de terra, o produtor rural Fritz possui um plantel de 30 vacas leiteiras das raças gersey, girolanda e holandesa. Conforme o produtor, após a implantação dos piquetes os animais tiveram uma produção de até 10 litros de leite por dia, que antes era de apenas 6 litros/leite dia. Ele explica que hoje está tirando leite de apenas 12 vacas, com uma produção que chega diariamente a 130 litros/leite.

Outro fator importante foi a redução no consumo de ração, enquanto as vacas consumiam entre 1,5 a 2 quilos por dia, com os piquetes, alguns animais chegam a comer apenas 700 gramas de ração. Devido aos bons resultados, a intenção do produtor Fritz é recuperar mais dois hectares de pastagem e implantar os piquetes rotacionados para gado de leite e de corte.

Durante o evento, o técnico Andrei abordou em sua palestra as alternativas para alimentação do gado no período da seca. Ele e o técnico da Secretaria de Agricultura, Lucas Vendrame Marins, demonstraram como fazer uma silagem ensacada utilizando materiais de baixo custo e de boa qualidade disponíveis na propriedade. A silagem ensacada pode ser armazenada por um período de até três anos. O técnico agropecuário da Empaer, Breno Gimenez, destacou o manejo de pastagem e a importância da adubação e da renovação da pastagem.

O dia de campo foi realizado no dia 24 de março e mostrou como produzir leite com custo baixo e a importância de adubar e rotacionar a pastagem. O evento contou com a presença do prefeito municipal Altamir Kürten, secretário de Agricultura Francisco Edson Moreira, produtores e técnicos da Empaer.

Deixe uma resposta