Governo lança “Jornada da Pecuária” para melhorar produtividade

Numa iniciativa sem precedentes em Mato Grosso, o Governo do Estado lança no próximo dia 6 de março a campanha da “Jornada Técnica da Pecuária”. O objetivo é levar informações e tecnologias para cerca de 5 mil produtores em 60 municípios até o dia 16 de dezembro, a fim de aumentar a produtividade e a competitividade, além de agregar valor à produção.

Nos eventos que serão realizados em cidades-pólo, serão ministradas palestras e práticas de criação (dias de campo), ocasião em que os participantes receberão informações sobre comercialização, alimentação, manejo, melhoramento genético, sanidade e custos na pecuária. “Essa é a primeira jornada técnica. Depois vamos fazer de todas as cadeias produtivas”, assegurou o secretário de Desenvolvimento Rural, Clóves Vettorato.

Ao constatar que a cadeia produtiva da pecuária é carente de informações – embora o Estado tenha o maior rebanho do País, com 26,84 milhões de cabeças – o Governo do Estado vai executar o projeto nas 60 microrregiões. “Os pecuaristas necessitam com urgência receber informações técnicas de forma simples e objetiva para que possam assimilar e colocar em uso com maior urgência, podendo assim manter a situação privilegiada de maior exportador”, argumentou o secretário.

A carne bovina representa 10% das exportações mato-grosssenses. Esse índice, assinala Vettorato, poderá ser ampliado com uma produção maior de carcaças de qualidade para atender aos mercados mais exigentes. Antes da constatação do foco de doença da febre aftosa em Mato Grosso do Sul, o País exportava para 130 países. “Os acontecimentos sanitários e climáticos ocorridos em países maiores exportadores diminuíram a sua oferta ou foram suspensas as vendas, nos colocando numa situação muito favorável no cenário mundial”, assinalou Vettorato.

Setor que oscila conforme o consumo e demanda, a pecuária de corte carece de um programa de incremento à produção. Motivo: boa parte dos pecuaristas é pouco profissionalizada e tem dificuldades para ter acesso às informações para aumentar a produtividade e competitividade. “O desafio é agregar valor ao produto pela qualidade, sendo que para isto terá que ser feito um trabalho de conscientização com os produtores”, justificou Vettorato.

O programa da Jornada Técnica da Pecuária será coordenado por Vettorato, pelo secretário-adjunto de Gestão e Agronegócios da Seder, Manoel Rodrigues, o coordenador do Programa de Melhoramento da Pecuária (Promepe) da Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder), Júlio Malheiros, técnicos da Seder, e o médico veterinário e consultor em pecuária de corte, Zeno Albert.

Fonte: Nelson Francisco

Deixe uma resposta