Mato Grosso terá queda na produção de grãos

Mato Grosso colherá 1,202 milhão de toneladas de grãos a menos na atual safra ante a anterior. Apesar da queda na produção, o Estado mantém a liderança nacional na oferta conjunta de soja, milho, arroz, feijão, girassol e algodão, com o total de 60,784 milhões de toneladas. Na temporada agrícola 2017/2018, a produção mato-grossense de oleaginosas e fibras representa 60% da produção do Centro-Oeste e 26,83% do volume produzido no país.

De acordo com o 3º levantamento de safra divulgado nesta terça-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Mato Grosso produzirá 61,69% a mais na atual safra que o Paraná, 2º colocado no ranking nacional de produção de grãos, com volume físico de 37,592 milhões de toneladas. No ciclo produtivo 2016/2017 foram colhidas 61,986 milhões de toneladas de grãos em Mato Grosso. A produção estimada para a atual safra é 1,9% inferior.

Para todo o Centro-Oeste a colheita estimada é de 101,169 milhões de toneladas, sendo 2,2% menor ante as 103,449 milhões (t) obtidas na safra passada. Ampliada a estimativa para o território nacional, a projeção é que sejam colhidas 226,534 milhões de toneladas de grãos no ciclo 2017/2018, sendo 4,7% a menos que as 237,715 milhões (t) da colheita anterior.

Conforme projeta a Conab, a queda na produção estadual, regional e nacional de grãos resulta de uma produtividade menor das lavouras, que não repete na atual safra o recorde histórico do último ciclo agrícola, favorecido pelas condições climáticas. Em Mato Grosso, a produção média está estimada em 3,962 mil quilos por hectare na atual safra, ante 4,1 mil kg/ha no anterior, queda de 3,4%.

Gerente da Área de Levantamento e Avaliação de Safra da Conab, Cleverton Santana, destaca as produções de soja, milho 2ª safra e algodão em Mato Grosso. A sojicultura garantirá 48,970 milhões de toneladas na atual safra, sendo 2,4% ou 394 mil (t) a menos que as 50,149 milhões (t) no ciclo passado. Contudo, a área ocupada com a oleaginosa aumenta em 224 mil hectares ou 2,4% e envolve 9,546 milhões (ha). Para o milho também está estimada produção menor (2,9%) na atual safra, sendo equivalente a 28,041 milhões de toneladas, obtidas de uma área cultivada de 4,631 milhões de hectares.

Deixe uma resposta