Oferta de milho tende a crescer e a cotação cair

O cenário do mercado de milho para os produtores rurais continua complicado. O problema é que a oferta deverá aumentar este ano, o que significa pressão ainda maior sobre os preços. O último levantamento da Conab, divulgado esta semana, aponta para a produção de 32,9 milhões de toneladas de milho somente na primeira safra, volume que é 20,5% superior ao colhido no mesmo período de 2005, de 27,3 milhões de toneladas.

Levando em conta a colheita de pelo menos 9 milhões de toneladas na safrinha, o País terá produção total de 41,8 milhões de toneladas para um consumo estimado em 40 milhões de toneladas. Além disso, ainda há o estoque de passagem. Outro problema é a paridade com o produto externo. Uma saca de milho chega aos portos brasileiros a R$ 16,00, talvez mais barata que o milho produzido no Centro-Oeste, quando levado para os centros de consumo no Sul do País.

Fonte: O Popular

Deixe uma resposta