Próximos meses são desafiadores para exportação de soja de Mato Grosso, aponta Imea

A secretaria de Comércio Exterior divulgou os dados de exportação de soja referentes ao mês de junho. Apesar de todas as incertezas em relação ao frete no último mês, o escoamento do produto surpreendeu, uma vez que o país exportou 10,42 milhões de toneladas, o maior volume já registrado para o período, contando com a contribuição de 2,82 milhões de toneladas de soja oriundas de Mato Grosso, uma participação de 27,1% de toda a oleaginosa enviada ao exterior pelo país.

Os economistas do IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária- apontam que,  neste momento, o Estado acumula um total de 14,14 milhões de toneladas escoadas em 2018, volume muito próximo ao do mesmo período de 2017. No entanto, com a quase “estagnação” da comercialização durante o mês de junho, e o imbróglio dos fretes, que “parece não chegar ao fim, os próximos meses tendem a ser desafiadores, visto que ainda resta um volume considerável de soja a escoar nos próximos meses dentro da janela de exportação do milho brasileira”.

Deixe uma resposta