Sobe para oito o número de casos de gripe aviária na Itália

Subiu para oito o número de casos confirmados da gripe aviária na Itália. Autoridades veterinárias confirmaram que dois cisnes reais encontrados mortos nas províncias de Foggia e Lecce, no sul do país, estavam contaminados pelo vírus H5N1.

Os dois últimos casos, que já tinham dado positivo em um primeiro teste, foram confirmados ontem à noite pelo diretor do Instituto Zooprofiláctico Experimental de Veneza, Stefano Marangon, após novas análises nas aves mortas.

A descoberta destes casos suscitou grande preocupação entre os consumidores na Itália, onde as vendas de carne avícola caíram bastante.

Ante esta situação, o ministro da Saúde, Francesco Storace, reiterou ontem à noite que não existe nenhum risco de contágio para o homem, mesmo se o animal for portador do H5N1, se a carne estiver bem cozinhada, a uma temperatura de pelo menos 70 graus centígrados.

O diretor do Instituto Zooprofiláctico de Veneza também assegurou que até agora não foi detectado nenhum caso transmitido por via alimentar.

Fonte: Agência EFE

Deixe uma resposta