Soja: com clima favorável nos EUA mercado inicia semana em campo negativo em Chicago

As cotações futuras da soja negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram o pregão desta segunda-feira (11) em campo negativo. As principais posições da commodity testavam quedas entre 1,75 e 2,00 pontos, por volta das 8h17 (horário de Brasília). O vencimento julho/18 operava a US$ 9,67 por bushel, enquanto o agosto/18 era negociado a US$ 9,72 por bushel. O novembro/18 trabalhava a US$ 9,88 por bushel.

O mercado dá continuidade ao movimento negativo observado na semana anterior, na qual, as cotações caíram mais de 5%. “A soja recuou para o nível mais baixo desde meados de janeiro em meio ao clima quase perfeito no Meio-Oeste americano, o que aumentou as esperanças de uma colheita abundante nesta temporada”, informou a Reuters internacional.

Diante das chuvas registradas no cinturão de produção, os traders esperam a continuidade das boas condições das lavouras. Na semana anterior, cerca de 75% das lavouras americanas de soja apresentavam boas ou excelentes condições, conforme boletim do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). As informações serão atualizadas na tarde desta segunda-feira.

O departamento também divulga o boletim de embarques semanais hoje. O número é um importante indicador de demanda e pode influenciar o andamento dos negócios.

Outro fator que segue no radar dos participantes do mercado é a tensão comercial entre Estados Unidos e China. A perspectiva é que o cenário possa afetar as exportações americanas.

Deixe uma resposta