Sudeco autoriza transferência de R$ 6,1 milhões para agricultura em MT

A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) autorizou a transferência de recursos a aquisição de equipamentos para fomentar a agricultura em Mato Grosso. O convênio de R$ 6,1 milhões firmado com o governo de Mato Grosso garantirá a compra de 56 patrulhas mecanizadas, 14 caminhões e dois tanques isotérmicos.

O recurso é oriundo de emenda da Bancada Federal do Estado. A Sudeco não informou quais municípios do Estado serão beneficiados. Para a execução de obras de drenagem urbana de águas pluviais em Cárceres, a Superintendência ainda garantirá o repasse de mais R$ 445,1 mil para o município, de emenda da Bancada Federal.

Segundo a assessoria do órgão, foi autorizada, no total, a transferência de R$ 20,3 milhões para atender a convênios. Além de Mato Grosso, os Estados de Mato Grosso do Sul e Goiás também estão na lista.

O convênio de R$ 5,4 milhões, com o governo de Mato Grosso do Sul, tem como objeto a implantação da terceira etapa do Projeto Integração – Pavimentação da Rodovia MS-165 (Sul Fronteira), no trecho compreendido entre Ponta Porã (MS) e Sete Quedas (MS). Os recursos também são de emenda da Bancada do Estado.

Já o convênio firmado com a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural do Mato Grosso do Sul (Agraer), no valor de R$ 5 milhões, permitirá a compra de máquinas e equipamentos agrícolas, sendo 25 tratores agrícolas, 24 grades aradoras, 25 grades niveladoras, 23 rotoencanteiradores, 15 distribuidores de calcário e 24 pás carregadeiras traseira. O valor também foi disponibilizado pela Bancada Federal do Estado.

Cocalzinho de Goiás (GO) receberá R$ 3,2 milhões para a aquisição de um caminhão coletor de lixo e patrulha mecanizada com implementos agrícolas; uma pá carregadeira; uma retroescavadeira; duas moto niveladoras; dois caminhões basculantes; três tratores equipados com grades aradoras; três carretas agrícolas basculantes e um caminhão ¾. Todos garantidos por emenda da Bancada Federal do Estado.

Deixe uma resposta